Notícias rápidas da engenharia

Sistema construtivo industrializado chega ao Centro-Oeste do País

Difundido nos Estados Unidos e na Europa, o sistema construtivo wood frame permite que uma casa de 50 m2 seja montada em duas horas. Ou que um prédio de quatro pavimentos seja erguido em oito dias. Industrializado, esse método de construção começou a se espalhar pelo Brasil pelas regiões Sul e Sudeste – onde a Tecverde Engenharia já está consolidada. Agora a empresa levará a tecnologia para Goiânia (GO), onde o projeto de um residencial já está aprovado e aguarda formalização junto à Caixa Econômica para divulgação do nome do parceiro.

“Temos mais de 80 mil m2 construídos para o programa Minha Casa Minha Vida, que, devido à agilidade do sistema industrializado, tem ajudado a reduzir o déficit habitacional do país”, afirma Cassiane Celli, diretora comercial da Tecverde. “Já nos reunimos com representantes de construtoras locais e entidades do setor interessados no desenvolvimento imobiliário da região, com novos empreendimentos feitos em prazos mais ágeis.”

Para construir na capital de Goiás – a quinta cidade brasileira que mais deve crescer até 2020 – o primeiro condomínio de casas sustentáveis, a Tecverde conta com investimentos de fundos do exterior, além da ajuda de parceiros locais. O sistema wood frame é constituído de perfis leves de madeira maciça de uma espécie de pinheiro, contraventados com chapas estruturais de madeira transformada tipo OSB (Oriented Strand Board). A tecnologia permite que 70% do processo produtivo seja feito em fábrica, de onde os painéis já saem montados com toda a estrutura elétrica e hidráulica instalada para a obra, que já recebeu a fundação e a preparação para a sua montagem.

O sistema wood frame é constituído de perfis leves de madeira maciça de uma espécie de pinheiro. Tecnologia permite que 70% do processo produtivo seja feito em fábrica (acima)

Aço de alta resistência é desenvolvido para reforma de ponte em Floripa

A incorporadora portuguesa Teixeira Duarte contratou a Usiminas (empresa do setor siderúrgico) para desenvolver um aço de alta resistência que será usado na obra de reforma da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis (SC), cujo projeto é assinado pela própria construtora.

A nova chapa Sincron WHS 1000T será usada na fabricação das principais peças de sustentação da ponte, chamadas “barras de olhal”. Para a produção dessas peças vão ser necessários cerca de 1,5 mil toneladas do produto, que conta com a tecnologia de resfriamento acelerado Continuous Online Control (CLC).

Aço desenvolvido pela Usiminas será usado pela incorporadora portuguesa Teixeira Duarte nas principais peças de sustentação da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis

Projeto de hospital ganha selo sustentável no litoral norte paulista

O Hospital Regional Litoral Norte, que começou a ser construído em julho do ano passado em Caraguatatuba (SP), recebeu uma certificação de construção sustentável. O pré-projeto e o projeto da obra conquistaram o selo de origem francesa Aqua-HQE (Alta Qualidade Ambiental), concedido no Brasil pela Fundação Vanzoline.

Para que um empreendimento seja certificado com esse selo, o empreendedor deve alcançar um perfil de desempenho com, no mínimo, três categorias no nível Melhores Práticas; quatro categorias no nível Boas Práticas; e sete categorias no nível Base. Fazem parte das soluções de sustentabilidade do projeto do hospital o aquecimento de água por energia solar; a utilização de água de reúso nas bacias e nos jardins; o teto-verde; o bicicletário; a utilização de produtos sustentáveis como piso de borracha ou marmoleum (fibra natural); os pisos drenantes nas áreas externas; a iluminação com lâmpadas LED; e brises para redução da incidência solar nas faces leste e oeste. A obra está prevista para ser entregue no segundo semestre de 2018.

Inovação em canteiro de obra é destaque em feira da construção

De 4 a 8 de abril, a Feicon Batimat apresentará o projeto Canteiro do Futuro. Construído em cerca de 800 m2, ele vai apresentar materiais, equipamentos, produtos e processos focados no respeito à natureza em todas as etapas da execução de uma obra. O objetivo do espaço é revelar aos profissionais do setor os conceitos de sustentabilidade para um canteiro de obras – desde o planejamento até a execução das medidas sustentáveis.

Feicon Batimat: o projeto Canteiro do Futuro revela conceitos de sustentabilidade aos profissionais do setor

 

 

Veja também: