Concrete Show 2016 espera 25 mil visitantes em busca de novidades tecnológicas, soluções construtivas e novos negócios

Sistema de agrupadores de fôrmas para concreto permitem moldar elementos esbeltos e sinuosos

Evento internacional focado em tecnologia e soluções para a cadeia produtiva do concreto e para o setor de construção civil, o Concrete Show South America chega a sua 10ª edição mostrando-se como plataforma para o lançamento de produtos e para o desenvolvimento do mercado. Mais de 500 empresas brasileiras e estrangeiras de 150 segmentos da construção civil estarão presentes no evento internacional, que será realizado entre 24 e 26 de agosto no São Paulo Expo, na zona Sul da capital paulista. Os organizadores esperam receber mais de 25 mil visitantes de 30 países, todos interessados em conferir de perto novidades tecnológicas e soluções construtivas.

“O público do Concrete Show é majoritariamente de profissionais dos primeiros níveis hierárquicos das corporações do setor, com 91% dos visitantes participando diretamente do processo de decisão para aquisições e parcerias em suas empresas. É um ambiente mais que propício para nossos expositores conquistarem novos negócios”, afirma Renan Joel, gerente da feira organizada pela UBM Brazil.

Edição atrai novos participantes
Com o objetivo de estabelecer novas parcerias comerciais e estreitar o relacionamento com seus clientes, mais de 20 empresas participam pela primeira vez do evento. Entre as novatas na feira está a Metalúrgica Magnu, de Caxias do Sul (RS), que vai apresentar seus serviços e produtos nas áreas de montagem e manutenção de usinas de concreto e fabricação de caminhões-betoneira, carrocerias e semirreboques especiais. Também em sua primeira participação no evento, a catarinense Optimus Technology lança um módulo de acionamento eletrônico de motores, marcando sua expansão na área de automação industrial e controle de energia para o mercado da construção civil. A Firestone Building Products, caloura na feira, participa destacando um sistema de cobertura eficiente que ao mesmo tempo impermeabiliza e barra a radiação solar para reduzir o calor que incide nos ambientes internos.

Outra estreante é a mineira Smart Tie, que aposta no evento como oportunidade de divulgar seu sistema inovador de agrupadores de fôrmas para concreto. O diferencial do produto é possibilitar a construção de piscinas e muros de arrimo de linhas sinuosas com raios de curvatura impossíveis de serem alcançados pelo método tradicional. Esse material será mostrado no estande da empresa e também no Espaço Inovação, auditório reservado para expositores convidados a fazerem palestras gratuitas durante a feira.

O Concrete Show conta também com participantes já tradicionais, como a Basf. A empresa apresentará novidades da marca global Master Builders Solutions, que abrange sua linha de produtos para a construção civil. Já a Canvas Concrete Brasil apresentará uma manta flexível de cimento que, quando hidratada, forma uma fina camada impermeável e à prova de fogo. A multinacional Sika destacará em seu estande os tipos de fibra que podem ser adicionados ao traço para melhorar as propriedades do concreto e da argamassa para os mais diferentes tipos de aplicação.

Soluções sustentáveis
Nunca se falou tanto em sustentabilidade como nos últimos anos e durante o Concrete Show não será diferente. São esperadas diversas novidades com apelo sustentável. Uma delas vem da HM Rubber, empresa paranaense que usa a nanotecnologia para desenvolver seus produtos. Ela apresentará o HM Refetech Gold, um revestimento impermeabilizante para ser aplicado sobre telhados de fibrocimento, coberturas metálicas ou pré-moldadas. A função desse material é diminuir a temperatura interna em até 30%, o que contribuiria para a redução de até 35% do consumo de energia elétrica para refrigeração, segundo a empresa. Outra novidade vem da empresa Laje Solar. Trata-se de um sistema de iluminação natural que usa blocos de vidro na laje para permitir a incidência da luz do dia nos ambientes, o que reduziria significativamente a necessidade de iluminação artificial.

Soluções menos tecnológicas também serão apresentadas como alternativas na busca pela economia de energia elétrica. Uma delas é o uso da argila expandida, produto oferecido pela Cinexpan. Quando aplicada sobre as lajes de cobertura das edificações, ela reduziria a temperatura interna em até 6º C, de acordo com a empresa.

Além disso, também está previsto no evento um espaço exclusivo para soluções tecnológicas e equipamentos desenvolvidos em acordo com os princípios da sustentabilidade. Este ano, o destaque será uma ilha completa de reciclagem de resíduos sólidos da construção realizada em parceria com a Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição (Abrecon).

Caminhos contra a corrupção
Mesmo sendo um dos setores mais afetados pela retração atual, a construção civil tem o potencial de ser um dos protagonistas da retomada econômica do País. Para José Carlos Martins, presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), o reaquecimento da construção civil e da economia brasileira está na combinação de uma gestão focada no controle do gasto e da melhoria do ambiente de negócios. “São dois vetores importantes: o resgate da credibilidade do País, por intermédio de medidas e reformas estruturantes dedicadas ao controle e qualificação do gasto público, e um esforço efetivo para o desencadeamento de projetos nas modalidades de concessões e parcerias público-privadas, as PPPs, que em nossa avaliação, não apenas permitirão recuperar a capacidade de investimento, como principalmente melhorarão a qualidade do serviço público”, afirma.

Para ajudar as empresas do setor a construírem esse ambiente de negócios mais transparente, a Cbic e o Sesi Nacional lançaram em junho último dois guias de orientação que servem de referência para entidades e empresas. O Guia de Ética e Compliance para Instituições e Empresas da Construção Civil é destinado à prevenção da corrupção e traz as mais modernas premissas e iniciativas de compliance, alinhadas aos padrões internacionais, que orientam como melhorar o controle interno do setor. Já o Guia da Conduta Concorrencial traz conceitos e medidas para que as empresas saibam como elaborar a participação para disputar concorrências, fortalecendo a defesa da transparência e a livre concorrência. Ambos os documentos trazem detalhados checklists com um conjunto de iniciativas que devem ser acompanhadas.

Capacitação profissional
Paralelamente à feira, será realizado o 10o Concrete Congress, com uma extensa grade de palestras, cursos e seminários de alto teor técnico sobre temas ligados a produtividade, inovações em tecnologia, normalização e qualidade, tecnologia do concreto, sustentabilidade e infraestrutura. A abertura do congresso será feita com uma palestra gratuita com foco em arquitetura e urbanismo, ministrada pelo arquiteto Ruy Ohtake. Acompanhe a programação completa em www.concreteshow.com.br.

Nas próximas páginas desta edição, Téchne antecipa algumas novidades que serão levadas ao público na 10ª Concrete Show.

Concrete Show – produtos e sistemas

CIMENTOS E ARGAMASSAS

Sustentabilidade na obra
Biomassa do Brasil é uma empresa que busca soluções viáveis e sustentáveis para simplificar obras de construção e reforma. A empresa participará do Concrete Show mostrando alguns produtos de seu portfólio. Um dos destaques é a argamassa polimérica Biomassa Piso e Azulejo Rápido (foto), indicada para aplicação com espátula ou rolo em assentamento de cerâmicas e porcelanatos, e sobreposição de revestimentos novos sobre antigos. Outro item em exposição será a Biotherm, tinta especial isolante térmica que reflete 99% da radiação solar, evitando sua conversão em calor no ambiente interno. A empresa também promete apresentar durante o evento dois novos produtos – a Biomassa Bloco de Vidro e o Skin Coat Polimérico.

Nova identidade de produto
O Concrete Show será palco para a Supremo Secil apresentar ao público a nova identidade de seus cimentos. Antes conhecidos como Supremo, os cimentos passam a ser comercializados incorporando a marca Secil, com a logomarca internacional e as cores do grupo português Secil, que tem mais de 90 anos de existência, com oito fábricas em cinco continentes. Além da nova embalagem, os cimentos Supremo Secil CPII F 32, CP II F 40 e CPV ARI agora contam com o selo da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), que certifica o cumprimento das normas técnicas da ABNT e demais órgãos de normatização. A empresa também apresentará no evento sua nova estrutura de distribuição.

Argamassa mais viscosa
Apostando na pesquisa e na inovação, a Aditex apresenta seu mais novo produto, o aditivo Ecocel 2 (hidroxipropilmetilcelulose). Trata-se de um retentor de água, obtido a partir de éter celulósico formulado e modificado reologicamente para ser adicionado a produtos cimentícios, argamassas em geral e derivados. Sua finalidade é promover a retenção de água para elevar a viscosidade da argamassa (entre 30.000 e 40.000 CPS) e promover o melhor desempenho da mistura. Atuando no mercado de soluções químicas para argamassas desde 1986, a Aditex oferece ampla gama de produtos para atender às mais variadas demandas.

Concreto impermeável
Penetron Admix é um aditivo redutor de permeabilidade por cristalização integral do concreto. Ele é capaz de resistir a altas pressões hidrostáticas e impedir a penetração de agentes agressivos ao concreto armado. Produto do tipo White Tank, ele permite utilizar o próprio elemento estrutural como impermeabilização, o que viabiliza a execução de estruturas de concreto estanques de reservatórios, subsolos, túneis, piscinas, estações de tratamento de água e esgoto sem a necessidade da aplicação de nenhum outro sistema impermeabilizante. A solução tem baixo custo de mão de obra, evita atrasos de cronograma e assegura obras enxutas e limpas, sem materiais contaminantes ou nocivos.

Mais tempo em aberto
A Bandeirante Química é distribuidora das linhas Mecellose (HPMC, HEMC) e Hecellose (HEC) da Lotte Fine Chemical, que adquiriu estas marcas da Samsung em 2016. A empresa destacará no Concrete Show a linha de produtos Mecellose, composta por éteres de celulose utilizados para retenção de água, modificação reológica e espessamento de argamassas e rejuntes. São produtos que potencializam o poder de hidratação do cimento, melhorando a resistência final e estendendo o tempo em aberto das argamassas. Além dos produtos da Lotte Fine Chemical, a Bandeirante Química oferece diversos itens, tais como polímero redispersível, formiato e superplasticantes.

IMPERMEABILIZANTES

Concretagem instantânea
Desenvolvida na Inglaterra, Concrete Canvas é uma solução inédita para a construção em geral. O produto é apresentado na forma de uma manta flexível de cimento que necessita apenas ser hidratada para formar uma fina camada impermeável e à prova de fogo. É indicada para aplicação em obras de contenção e recuperação de encostas, envelopamentos de dutos e cobertura de superfícies que demandem impermeabilização, como bacias de contenção. A solução, disponibilizada no País pela Concrete Canvas Brasil, garante economia no uso de materiais, facilidade e rapidez da instalação e redução do cronograma da obra.

Cobertura para projetos sustentáveis
Empreendimentos de grande ou pequeno porte nas áreas comercial, industrial ou residencial podem contar com o sistema UltraPly TPO, da Firestone Building Products, que promove a impermeabilização da cobertura por meio de membranas de alta performance e de excelente resistência a perfurações, radiação ultravioleta e intemperismos. As placas de isolamento térmico de Polyisocianurato, da Firestone, ajudam a reduzir a temperatura interna e o uso de ar-condicionado, contribuindo para a economia de energia elétrica. Com alto índice de refletividade da energia solar e excepcional padrão estético, o sistema de cobertura é uma opção para projetos sustentáveis.

Soluções de alta performance
A empresa paranaense HM Rubber, especializada na fabricação de impermeabilizantes e revestimentos anticorrosivos e termoacústicos de alto desempenho, destacará no Concrete Show seu portfólio de produtos desenvolvidos à base de nanotecnologia aplicada à borracha líquida. Entre eles, destaque para o HM Impertech Gold, considerado uma nova geração de impermeabilizante e revestimento para lajes e coberturas. Segundo o fabricante, Impertech Gold é uma borracha com extraordinária memória elástica que absorve movimentações e deformações decorrentes de recalque diferencial, cisalhamento, rotação e outros. O produto atende às exigências de praticamente todas as normas aplicáveis ao setor.

SELANTES

Excelente custo-benefício
A Viapol levará novos produtos à feira Concrete Show. Entre os destaques, o Monopol Construção, um selante elastomérico, monocomponente e elástico, desenvolvido como selante e adesivo para diversas aplicações, como preenchimento de juntas de dilatação com movimentação de até 25%, juntas serradas e de conexão, selamento das juntas em ralos, tubulações de reservatórios, vedação de esquadrias, caixilhos metálicos e de madeira, tratamento de trincas e fissuras no concreto, vedação de telhados, calhas e rufos. O produto garante alta resistência sob diferentes condições climáticas e raios UV, aderência em diversos materiais sem necessidade de primer, boa recuperação elástica e excelente custo-benefício.

TINTAS

Mais resistência química e mecânica
A Basf estará presente no evento com seus produtos da marca global Master Builders Solutions. Dentre eles, destaque para o MasterTop 2250, uma pintura epóxi de alta espessura, bicomponente, isenta de solventes, com 100% sólidos, de fácil aplicação e alto rendimento. Ela confere maior resistência mecânica e química, facilidade de limpeza e higienização, alta durabilidade e segurança, maior brilho e poder de cobertura. Atende aos padrões da norma NBR 14.050 – Sistemas de Revestimento de Alto Desempenho e oferece melhor relação custo-benefício. É indicada para a pintura de pisos em ambientes com tráfego de leve a médio como em laboratórios, shopping centers, supermercados, concessionárias, estacionamentos cobertos, hospitais, indústrias, galpões, lojas e escritórios.

FIBRAS

Fibras que fortalecem
A tecnologia Sika Fiber é a resposta da Sika quando o assunto é o aumento da resistência do concreto. Existem variados tipos de fibra que podem ser usados individualmente ou de forma associada, a fim de melhorar propriedades do concreto e da argamassa para os mais diferentes tipos de aplicação. Entre os benefícios que elas garantem estão a melhora na durabilidade dos revestimentos de concreto projetado e o incremento da resistência ao fogo dos revestimentos finais de concreto na construção de túneis. Podem ser usadas para reduzir o fissuramento em estradas e nos tabuleiros das pontes ou ainda para aumentar a resistência ao impacto e reduzir os danos em elementos prémoldados e pré-fabricados.

LAJES

Mais iluminação natural
Laje Solar é um sistema prático de iluminação natural para projetos que buscam economia e sustentabilidade. Ele consiste na substituição da lajota convencional de laje pela Lajota Solar, peça feita especialmente para posicionar o bloco de vidro acima do nível de concretagem da laje, de forma que a luz do dia incida homogeneamente no ambiente interno ao longo do ano todo. Além de reduzir o consumo de energia elétrica, a iluminação natural é mais confortável e favorece a qualidade de vida ao assegurar maior conforto visual, menos cansaço ocular e maior produtividade. O uso do sistema não implica perda de área útil do nível superior, uma vez que a laje permanece totalmente transitável.

DRENAGEM

Melhor desempenho em drenagem
Da Maccaferri, MacDrain é um geocomposto leve e flexível para drenagem. Seu núcleo é constituído por uma geomanta tridimensional composta por filamentos de polipropileno distribuídos aleatoriamente com índice de vazios em torno de 90%. Tal condição garante ao MacDrain o melhor desempenho em qualquer sistema de drenagem, mesmo em condições severas de aplicação. O produto é indicado para uso em drenagens de cortinas de concreto, muros de contenção, rebaixamento de lençol freático, jardinagem e telhados verdes, campos esportivos, obras ambientais e obras de infraestrutura.

 

FÔRMAS

A revolução das fôrmas
Um sistema inovador que proporciona liberdade de design e economia de tempo e dinheiro. Essa é a definição do Smart Tie, um sistema agrupador de fôrmas para concreto produzido à base de polímeros e que permanece no interior da estrutura sem comprometer a capacidade de resistência aos esforços de tração e compressão do concreto armado. Posicionado entre os compensados da fôrma, ele permite definir a espessura da estrutura e moldar os mais variados formatos para concretagens monolíticas, possibilitando até a execução de linhas sinuosas com raios de curvatura que não seriam alcançados pelo método tradicional. O sistema é especialmente indicado para a construção de piscinas, mas também pode ser aplicado em muros de arrimo e em casas com paredes e cobertura de concreto armado.

Sistema promete acelerar a obra
Empresa de origem coreana com filial em São Paulo, a S-Form mantém contínuo desenvolvimento de soluções inovadoras tanto em fôrmas de alumínio como em sistemas trepantes e grandes painéis (gang-forms). Durante o Concrete Show 2016, a empresa lança no Brasil seu sistema autotrepante, que permite maior velocidade no ciclo de concretagem combinada a diferentes possibilidades de acabamento das torres (pintura ou revestimento) a partir das mesmas plataformas integrantes do sistema. A empresa possui áreas de fundição e extrusão próprias, o que garante maior controle de qualidade e agilidade de entrega dos produtos.

 

 

A versatilidade em fôrmas
A Bianchi Fôrmas apresenta no Concrete Show 2016 sua nova fôrma de painel basculante com vibração de alta frequência. Trata-se de uma mesa basculante e versátil, que possibilita a produção de painéis de fechamento e de outros elementos pré-moldados de até 12,50m x 3,20m com espessuras entre 8 cm e 20 cm. A fôrma é concebida com chapas especiais para garantir alta qualidade no acabamento da superfície de concreto. O sistema basculante do molde, com opcional hidráulico, oferece ganho de produtividade, pois permite redução da mão de obra, do ciclo de produção, da armadura e de problemas decorrentes do saque. Ele pode ser usado com sistemas de içamento de engate rápido, garantindo ganhos em processos posteriores, tais como expedição, movimentação e montagem em obra.

 

EQUIPAMENTOS

Segurança para operadores
A Optimus Technology apresenta seu módulo de acionamento eletrônico de motores desenvolvido em acordo com as exigências da NBR 16.329 – Betoneiras Estacionárias – Requisitos de Segurança, que tem como objetivo a segurança dos operadores. O sistema possui botão de pulso para ligar e desligar e também um botão de emergência com chave, ambos ligados em extra baixa tensão. Ele também conta com proteção contra curtocircuito. Nos modelos monofásicos, a seleção de tensão 110/220V é feita automaticamente; nos modelos trifásicos 220/380V a seleção é manual, por meio de um jumper na placa. Pode ser utilizado para o acionamento de motores nas mais diversas áreas, desde betoneiras e guinchos, até serras-fita, lixadeiras, fatiadores de alimentos, moendas etc.

Movimentação mais segura
Quem precisa movimentar blocos de concreto ou cerâmicos com mais agilidade, segurança e ganho de produtividade pode contar com a garra mecânica para blocos de concreto produzida pela Saur. O equipamento proporciona mais produtividade e segurança na movimentação dos blocos, sem o uso de paletes. Seu funcionamento é totalmente mecânico, o que torna a operação mais fácil e prática. Desenvolvida com materiais de alta resistência e baixo peso, a garra pode ser instalada em gruas, guindastes, pontes rolantes ou empilhadeiras. Tem capacidade para 2.000 kg, abertura de 700 a 1.200 mm, braços com 1.000 mm de vão livre e placas de contato com 1.200 mm de largura.

USINAS

 

Montagem de usinas de concreto
A gaúcha Magnu Metalúrgica presta serviço de montagem, manutenção e desmobilização de usinas de concreto em todo o território nacional. Os projetos são personalizados, em atendimento a demandas específicas, e a empresa pode se responsabilizar pela contratação das máquinas necessárias de acordo com a melhor proposta ou ainda executar os serviços com os recursos contratados pelo cliente. Além disso, a Magnu Metalúrgica também atua nos segmentos de fabricação e manutenção de caminhões-betoneira, no desenvolvimento e fabricação de carrocerias plataforma autossocorro e de semirreboques especiais, lançando mão de mais de 20 anos de experiência no ramo de implementos rodoviários.

SOFTWARE

Gestão operacional
O software betonMIX é o destaque da KP Command Alkon nesta edição do Concrete Show. O programa é definido como um sistema completo para a gestão operacional de concreteiras e abrange desde o setor comercial até a programação de entregas e despacho do concreto, incluindo a emissão de nota fiscal eletrônica (Danfe). Ele oferece mais de 80 tipos de relatórios e traz, entre seus principais benefícios, análises de vendas, agilidade na elaboração de contratos e orçamentos, cobrança automática de adicionais por obra, possibilidade de instalação local ou centralizada com acesso por internet e controle de vistoria e licenciamento de veículos e da habilitação dos motoristas.

Por Nanci Corbioli

Veja também: