Editorial: custos sob controle

Apesar do ambiente macroeconômico extremamente hostil, a MRV Engenharia obteve lucro de quase R$ 600 milhões em 2015, com margem líquida de 12,5% sobre seu faturamento no período. Ponto fora da curva no setor, o resultado é fruto, por um lado, do aumento nas receitas – o segmento de imóveis econômicos, no qual a construtora atua, ainda dispõe de grande oferta de crédito pelo programa Minha Casa Minha Vida – e, por outro, do forte controle dos custos em suas obras. Na entrevista do mês desta edição, o engenheiro José Roberto Pereira de Lima, gestor-executivo da regional São Paulo da construtora, revela o que a empresa tem feito para se tornar mais eficiente do ponto de vista técnico. E a solução, lá, não passa por sistemas construtivos inovadores: grande parte das obras da empresa é executada em alvenaria estrutural, que gradualmente cede espaço aos edifícios com paredes de concreto. O foco na otimização de processos e na redução de desperdícios tem rendido economias importantes nas obras da empresa. O assunto, por sinal, é retomado nesta mesma edição, na segunda parte do artigo de Giulliano Polito sobre gerenciamento de obras – que agora explica os conceitos de Lean Construction e Gerenciamento por Diretrizes.

Renato Faria

Veja também: