Sede do Bacen em Salvador é o primeiro edifício governamental a receber certificação Leed-NC Silver | Téchne

Obras

Notícias

Sede do Bacen em Salvador é o primeiro edifício governamental a receber certificação Leed-NC Silver

Projeto utiliza estratégias de economia de água, eficiência energética, seleção de materiais e qualidade ambiental

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
23/Junho/2017

A sede do Banco Central (Bacen) em Salvador, na Bahia, recebeu recentemente a certificação Leed (Leadership in Energy and Environmental Design, na sigla em inglês) NC-Silver, se tornando o primeiro edifício governamental a receber o reconhecimento. O empreendimento utiliza estratégias de economia de água, eficiência energética, seleção de materiais e qualidade ambiental, atingindo 56 pontos no selo.

Com quatro níveis (Certified, Silver, Gold e Platinum), o Leed possui pontuação entre 40 a 110 pontos, avaliando o uso racional de água; eficiência energética; redução, reutilização e reciclagem de materiais e de recursos; qualidade dos ambientes internos da edificação; espaço sustentável; inovação e tecnologia e atendimento a necessidades regionais.

Entre as categorias, o Bacen recebeu pontos na categoria "Eficiência de Água", com redução de consumo de água (79,2%), no uso eficiente de água no paisagismo e uso de novas tecnologias de águas residuais. Na categoria "Energia e Atmosfera", os pontos foram referentes ao comissionamento avançado dos sistemas de energia, gestão de gases refrigerantes com a abolição de clorofluorcarbonetos (CFCs), geração de energia local por meio de placas fotovoltaicas, medições e verificações dos sistemas utilizados.

O Bacen pontuou também na categoria "Materiais e Recursos" com a utilização de depósito e coleta de materiais recicláveis, além de uso de material reciclável e de materiais regionais, sendo que 22,9% do total de materiais do edifício são fabricados entre um raio de 800 km de Salvador.

Já na categoria "Qualidade Ambiental Interior" os pontos são referentes ao controle de fumaça de cigarro, plano de gestão da qualidade do ar durante a construção, uso de adesivos e selantes de baixa emissão, uso de tintas e vernizes de baixa emissão e o uso e controle de sistemas de conforto térmico.

Por último, na categoria "Inovação em Design", a pontuação foi pela implantação de programa de educação ambiental pós-construção, que visa conscientizar seus servidores, funcionários e visitantes sobre as medidas sustentáveis utilizadas no projeto e promovê-las além do Bacen.

"A conquista da certificação só foi possível devido a equipe multidisciplinar bastante envolvida, desde a área de infraestrutura e gestão patrimonial do Banco Central, à equipe de engenharia da Axxo Construtora, somada aos diversos parceiros e fornecedores. Uma certificação deste porte só acontece quando há sinergia entre as partes envolvidas", disse a engenheira Patrícia Vasconcellos, diretora técnica da Creato Consultoria.

O diretor executivo do GBC Brasil, Felipe Faria, acredita que a certificação Leed do Bacen é um incentivo para as demais construções. "O Banco Central do Brasil mostra seu protagonismo e liderança demostrando ser o exemplo daquilo que defende, desenvolvimento econômico alinhado com redução do uso de recursos naturais, mitigação dos impactos ambientais negativos e melhoria da qualidade de vida e bem-estar. Trata-se de um caso de sucesso a ser comemorado e um exemplo a ser seguido", afirma.