Ibape-MG divulga diretrizes para entrega e recebimento de obras da construção civil | Téchne

Obras

Notícias

Ibape-MG divulga diretrizes para entrega e recebimento de obras da construção civil

Objetivo é que os conflitos entre os envolvidos no processo de vistoria sejam reduzidos

Luísa Cortés, do Portal PINIweb
12/Setembro/2016
Marcelo Scandaroli

O Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia em Minas Gerais (Ibape-MG) acaba de lançar um documento normativo para a Vistoria de Entrega e Recebimento de Obras Civis. O documento conta com conceitos, terminologias, convenções, notações, critérios e procedimentos relativos à atividade. Espera-se que, com a medida, os envolvidos no processo da vistoria sejam resguardados, e que a quantidade de conflitos seja reduzida.

Entre os temas abordados, o documento trata de assuntos como detalhes da metodologia (formas de contratação de serviço, vistoria de entrega e de recebimento, áreas comuns, unidades autônomas e documentação, por exemplo), generalidades (atribuições profissionais, terminologias, objetos de vistoria), e a elaboração do laudo técnico (tópicos exigíveis, checklist e relatório fotográfico).

Segundo Clémenceau Chiabi, presidente do Ibape-MG, a criação do material deu-se a partir de diversos encontros entre os profissionais da área, que queriam agrupar todas as informações importantes necessárias à sua criação. "Esses documentos técnicos têm se mostrado importantes ferramentas para dirimir quaisquer dúvidas sobre o estado físico da edificação no ato do seu recebimento, para registrar as etapas construtivas executadas de uma obra no ato da sua entrega, e ainda, para verificar se o que foi negociado entre as partes foi efetivamente cumprido pela incorporadora/construtora", comenta Chiabi.

O ideal é que a vistoria seja realizada por um profissional de engenharia ou arquitetura, especializado em perícias. Ele deve ser capaz de identificar possíveis deficiências, acompanhado de um representante da construtora e do comprador.

O trabalho técnico é apresentado em um laudo de vistoria, que oferece subsídios para garantir o recebimento da unidade dentro dos padrões aceitáveis de qualidade. Para Clémenceau Chiabi, "O objetivo do trabalho do perito nesses casos é proporcionar plena segurança na utilização das edificações, diminuir o índice de acionamento da assistência técnica pós-obra e aumentar a satisfação do consumidor".

Confira o material completo do Ibape-MG clicando aqui