Sinduscon-PR vai lançar graduação em engenharia civil | Téchne

Carreira

Notícias

Sinduscon-PR vai lançar graduação em engenharia civil

Em parceria com o Senai-PR e a FAE Centro Universitário, curso pretende formar profissionais de acordo com a demanda do mercado

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
31/Julho/2017
Shutterstock

O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Paraná (Sinduscon-PR), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Paraná (Senai-PR) e a FAE Centro Universitário estão desenvolvendo um curso de engenharia civil voltado para a formação de profissionais que atendam a demanda do mercado. A graduação terá foco na sustentabilidade, inovação, novas ferramentas e novos equipamentos, novas tecnologias, gestão e empreendedorismo.

"É a primeira vez que três instituições com ampla expertise se unem para criar um curso de engenharia civil totalmente voltado ao mercado de trabalho. Estamos otimistas com a parceria e adiantamos que será um novo momento para a construção paranaense", ressalta Sérgio Luiz Crema, presidente do SindusCon-PR.

A iniciativa surgiu após a análise dos dados da FAE entre 2009 e 2015, que apurou que o curso de engenharia civil está entre os 10 mais procurados para efetivação de matrícula, da mesma forma que em Curitiba o curso atinge o quinto lugar em quantidade de matrículas.

"O curso é uma grande oportunidade de inovação para o setor e certamente mudará o modelo de ensino no Paraná. A construção da matriz curricular está voltada à demanda do mercado atual e futuro, preparando o profissional para entregar soluções. Daremos ênfase a soluções voltadas à inovação sustentável, à gestão eficaz de recursos e à capacidade de desenvolver projetos agregadores para a sociedades", disse o pró-reitor de Ensino, Pesquisa e Extensão da FAE, Prof. Dr. Everton Drohomeretski.

O Sinduscon-PR será o principal responsável por desenvolver o projeto pedagógico do curso, além de promover parcerias com empresas do setor para que os alunos possam ter a experiência práticas da rotina de trabalho. Já o Senai-PR será responsável por ceder laboratórios e auxiliar com estágios e projetos, focando na parte prática do curso atuando com as novas tecnologias disponíveis no mercado. A FAE, por sua vez, atuará com a formação do profissional, oferecendo infraestrutura e profissionais qualificados para as aulas do curso.

Conforme informações do Sindusvon-PR, o curso está em fase de desenvolvimento da grade curricular. A previsão é que o seja realizado um vestibular até o final do segundo semestre de 2017 para início da primeira turma em 2018.