Prova comentada: concreto armado I | Téchne

Téchne Educação

Prova comentada: concreto armado I

Veja as questões da prova da disciplina do 1º bimestre do 4º ano do curso de engenharia civil da Mauá

Edição 242 - Maio/2017

Januário Pellegrino Neto
jneto@maua.br

Acervo pessoal

Engenheiro civil pelo Instituto Mauá de Tecnologia (IMT) e mestre em Engenharia de Estruturas pela Poli-USP, Januário Pellegrino Neto é professor associado da Escola de Engenharia Mauá, do IMT, desde 2003, onde leciona as disciplinas Teoria das Estruturas, Concreto Armado I, Concreto Armado II e Protendido. É professor assistente da Escola Politécnica da USP (EPUSP) desde 1999, onde ensina Estruturas de Concreto I e II na graduação, e no curso de especialização em Gestão de Projetos de Sistemas Estruturais - Edificações do Pece - Programa de Educação Continuada da EPUSP. Com experiência profissional na área de projetos de estruturas, atuou em empresas como Hidroservice, Themag, Maubertec e Setepla, e também no projeto de grandes estruturas como a Usina de Porto Primavera da Cesp pela Themag, Metrô de São Paulo, destaque para a estação Ana Rosa da Linha Verde pela Maubertec, e Arena Fonte Nova, em Salvador, pela Setepla, no estudo e análise das vibrações por meio de modelagem computacional.

Marcos Monteiro
marcos.monteiro@maua.br | planear@uol.com.br

Acervo pessoal

Engenheiro civil pela Universidade Mackenzie (1988), e pós-graduado em engenharia de estruturas pela Poli-USP (1992), com MBA em administração pela Escola de Administração Mauá (1999), Marcos Monteiro já obteve prêmios concedidos pelo Instituto de Engenharia, Fundação Maria Luiza e Oscar Americano. É professor de Estruturas de Concreto Armado da Escola de Engenharia Mauá, do IMT, desde 1997, e do curso de pós-graduação em Gerenciamento de Canteiros da mesma escola desde 2012. De 2008 a 2013, foi professor do curso de pós-graduação em Estruturas de Concreto Armado da Fesp. É sócio-diretor da Planear Engenharia, desde 2000, e da TQS Planear Consultoria e Informática, desde 2003. Presidente da Abece (Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural) no biênio 2008-2010, colaborou na elaboração de diversas normas da área de estruturas.

De extrema importância para o curso de engenharia civil, sobretudo para os alunos que atuarão profissionalmente na área de projetos estruturais, execução e manutenção das construções, a disciplina Concreto Armado I valoriza o ato de pensar e planejar, utilizando o projeto como ferramenta de simulação de diversas soluções estruturais possíveis. Na Escola de Engenharia Mauá, do Instituto Mauá de Tecnologia (IMT), onde o curso é anual, a disciplina é ensinada para os estudantes do 4o ano como parte de Estruturas de Concreto, que também inclui como matéria Concreto Armado II e Concreto Protendido (5o ano) e a disciplina eletiva Projeto de Estruturas Assistido por Computador (5o ano).

Conteúdo exclusivo para assinantes da revista Téchne

Outras opções