As transições na alvenaria estrutural | Téchne

Artigo

As transições na alvenaria estrutural

Veja uma análise do pavimento de transição entre a alvenaria estrutural dos andares-tipo e a estrutura de concreto armado (vigas e pilares) dos pavimentos inferiores

Edição 242 - Maio/2017
1
Aqueduto de Segóvia e Coliseu de Roma

*Arnoldo Augusto Wendler Filho
Engenheiro civil formado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, onde fez pós-graduação em Engenharia de Estruturas. Foi também professor de resistência dos materiais e concreto armado nessa instituição entre 1978 e 1983.

Cada vez mais os edifícios de alvenaria estrutural com grande altura e com térreos e subsolos são utilizados para salões de festa, brinquedoteca e vários pavimentos de garagem. Com isso tem-se sempre uma pavimento de transição entre a alvenaria estrutural dos andares-tipo e a estrutura de concreto armado (vigas e pilares) dos pavimentos inferiores. Muito tem-se falado sobre o comportamento estrutural desse pavimento. Um resumo dos estudos e modelagens mais atuais é apresentada neste artigo.

Conteúdo exclusivo para leitores
cadastrados ou assinantes da revista Téchne

Ainda não é um assinante PINI?
Escolha uma das opções abaixo e faça já sua assinatura.