Como construir: Programa de Manutenção Preventiva de edificações | Téchne

Obras

Como construir: Programa de Manutenção Preventiva de edificações

Especialista analisa as normas técnicas que tratam da manutenção predial e explica as diretrizes para a elaboração do modelo do PMP

Edição 236 - Novembro/2016

 

Hugo Sefrian Peinado
Engenheiro Civil, Mestre em Engenharia Urbana
Professor da Universidade Estadual de Maringá (DEC/UEM)
Instrutor na elaboração de Manuais do Proprietário e das Áreas comum de edifícios e de Programa de Manutenção Preventiva
hspeinado@gmail.com

A temática do pós-obras tem recebido grande ênfase nos últimos anos e a publicação e revisão de uma série de normas tem demonstrado essa preocupação. São elas: ABNT NBR 14.037:2011, que trata das diretrizes de elaboração do Manual de uso, operação e manutenção da edificação (também conhecido como Manual do Proprietário) e do Manual das áreas comuns (também tratado como Manual do Síndico); ABNT NBR 5.674:2012, que aborda a manutenção de edificações; ABNT NBR 15.575:2013, que traz os requisitos de desempenho de edificações residenciais, dentre esses a Vida Útil de Projeto (VUP); e ABNT NBR 16.280:2015, direcionada à gestão de reformas em edificações.

As edificações são construídas para atender aos requisitos dos usuários ao longo de sua vida útil, período que se inicia com a entrega do Habite-se e se estende até a perda de funcionalidade/ desempenho da edificação. Desse modo, conhecimentos acerca de procedimentos executivos e de materiais construtivos que confiram maior durabilidade às edificações, e ainda, dos procedimentos de uso e de manutenção preventiva adequados são fundamentais para prevenir manifestações patológicas precoces nos sistemas da edificação (fissurações em estruturas e em vedações, corrosão da armadura de elementos estruturais, dentre diversos outros problemas) e, portanto, diminuição da sua vida útil.

No que se refere à manutenção preventiva, a ABNT NBR 14.037:2011 trata da necessidade de elaboração do modelo do Programa de Manutenção Preventiva (PMP) como parte integrante do Manual de uso, operação e manutenção da edificação (Muome) e do Manual das áreas comuns do edifício. Esse modelo do PMP deverá ser utilizado pelo responsável legal da edificação (síndico e proprietário, em caso de áreas comuns e áreas privativas, respectivamente) para elaboração do PMP, propriamente. Conforme estabelece a ABNT NBR 15.575-1:2013, é de responsabilidade do executor da edificação a elaboração do Muome com o modelo do PMP. No modelo do PMP deverão constar, pelo menos, os itens (conforme figura 1):
1) Designação do sistema, elemento, componente ou equipamento;
2) Descrição das atividades essenciais de inspeção para cada sistema, elemento, componente e equipamento da edificação;
3) Periodicidade de inspeção dos mesmos;
4) Responsáveis pela realização do serviço;
5) Documentação referencial e formas de comprovação da realização dos serviços.

<

Conteúdo exclusivo para assinantes da revista Téchne

Outras opções

Destaques da Loja Pini
Aplicativos