Em um projeto arquitetônico e estrutural, o que devemos prever para a instalação dos balancins e equipamentos de limpeza de fachada? | Téchne

IPT Responde

Em um projeto arquitetônico e estrutural, o que devemos prever para a instalação dos balancins e equipamentos de limpeza de fachada?

Envie sua pergunta para o email techne@pini.com.br

Edição 235 - Outubro/2016

Balancins

Em um projeto arquitetônico e estrutural, o que devemos prever para a instalação dos balancins e equipamentos de limpeza de fachada?
Marisa Y.

Marcelo Scandaroli

Em princípio, deve-se prever sistemas de segurança ("linhas de vida") para trabalhos em altura, obedecendo-se às normas:
- ABNT NBR 16.325 - 1:2014 - Proteção Contra Quedas de Altura - Parte 1: Dispositivos de Ancoragem Tipo A, B e D;
- ABNT NBR 16.325 - 2:2014 - Proteção Contra Quedas de Altura - Parte 2: Dispositivos de Ancoragem Tipo C;
- Norma Regulamentadora No 35 - NR 35: Trabalho em Altura do Ministério do Trabalho e Emprego.

Há necessidade de projeto específico e responsabilização técnica, com emissão de ART ou RRT, especificações, detalhes construtivos e memorial de cálculo dos equipamentos e estruturas destinadas à sustentação de balancins, cadeiras suspensas e outros equipamentos. Em prédios de menor porte, há possibilidade de acesso às fachadas mediante o emprego de plataformas elevatórias. Em prédios de grande porte, é sempre recomendável projetar-se um sistema que possibilite rápidos deslocamentos horizontais e verticais, dispondo-se o equipamento de sustentação do balancim sobre trilhos que circundem toda a periferia da obra.

Viga invertida

Tenho uma dúvida quanto ao uso da viga invertida. Qual é a finalidade dessa solução (questão estética ou também estrutural?), que tipos de laje aceitam esse recurso e como a laje fica apoiada? Existe algum impedimento técnico que devo considerar?
Cleison B.

Vigas invertidas, ou semi-invertidas, são utilizadas quando não se tem espaço suficiente abaixo delas, quando não se quer reduzir o raio de visão de espectadores em estádios e ginásios de esporte ou em outras situações como estas. Nos prédios de apartamentos, por exemplo, é comum projetarem-se vigas de sustentação de terraços ("testeiras") semi-invertidas, ou seja, parte da altura da viga resulta abaixo, parte acima da laje de piso. Vigas invertidas também podem ser utilizadas como recurso arquitetônico, de forma que o vigamento não apareça no teto, dando ideia de maior leveza à estrutura (recurso comumente utilizado em marquises e grandes estruturas em balanço). Tecnicamente, excetuando a forma de disposição de armaduras/engaste das lajes nas vigas invertidas, não há nenhum impedimento ou nenhuma diferença em relação às vigas normais.
Engenheiro Ercio Thomaz
Centro Tecnológico do Ambiente Construído (Cetac)

Conforto térmico

Estou fazendo o projeto de reforma em um apartamento e gostaria de saber qual é a melhor solução para revestir a parede dos quartos que estão voltados ao pôr do sol. O imóvel fica em Fortaleza e os ambientes são muito quentes à noite, apesar do prédio ter revestimento externo cerâmico.
Joseana A.

Considerando que um morador, individualmente, não pode fazer nenhuma alteração nas fachadas do seu prédio, resta pensar em alguma solução para tratamento da superfície interna de tais quartos. Visto que o clima de Fortaleza se aproxima mais do tipo "quente úmido" não há problema em se introduzir uma camada de isolante térmico na superfície interna, que vai reduzir a inércia térmica do ambiente, porém, vai diminuir a entrada de calor devido ao sol incidente no período da tarde. É recomendável uma camada de no mínimo 2,5 cm (uma polegada), apenas nas paredes expostas, de qualquer isolante térmico (poliestireno expandido, lã de vidro, lã de rocha etc.) a ser escolhido conforme sua preferência, com os cuidados recomendados quanto à segurança ao fogo, proteção contra absorção de água e durabilidade. Além disso, recomenda-se o sombreamento da janela, que além de ser a maior fonte de entrada de calor, será potencializada pela aplicação do isolante térmico na parede.
Física Maria Akutsu
Centro Tecnológico do Ambiente Construído (Cetac)