Quais os principais requisitos de desempenho de argamassas de revestimento internas? Como é feita a avaliação na obra? | Téchne

IPT Responde

Quais os principais requisitos de desempenho de argamassas de revestimento internas? Como é feita a avaliação na obra?

Mande sua pergunta para iptresponde@pini.com.br ou nos comentários das matérias

Edição 223 - Outubro/2015

Argamassas de revestimento

Foto: Marcelo Scandaroli

As argamassas de revestimento, para uso interno ou externo, devem apresentar no estado fresco coesão e trabalhabilidade, além de adequados poder de retenção de água e teor de ar incorporado. No estado endurecido, devem desenvolver elevado poder de aderência, adequada resistência mecânica, moderada retração de secagem e pequeno módulo de deformação, propiciando à argamassa capacidade de acomodar deformações impostas ao revestimento decorrentes de recalques diferenciados, deformações da estrutura, movimentações higrotérmicas etc. Além desses requisitos, as argamassas de revestimento ainda devem apresentar características que colaborem para a isolação acústica, inércia térmica e resistência ao fogo das paredes. Para receberem acabamentos como pinturas, placas cerâmicas, chapas melamínicas e outros, deverão ainda apresentar elevada resistência superficial e compatibilidade química com as tintas, colas e outras substâncias que vierem a ser aplicadas. Nas obras, devem ser realizadas avaliações com a argamassa recém-misturada (consistência, teor de ar incorporado, poder de retenção de água), moldando-se corpos de prova para ensaios em laboratórios de resistência à compressão e à flexão, módulo de deformação e outros eventuais (retração de secagem, massa específica, absorção de água e capilaridade). Ainda na obra, normalmente são executados trechos experimentais do revestimento, destinados a ensaios de aderência por tração e, eventualmente, aderência superficial.
Engenheiro Ercio Thomaz
Centro Tecnológico do Ambiente Construído (Cetac)

Conteúdo exclusivo para leitores
cadastrados ou assinantes da revista Téchne

Ainda não é um assinante PINI?
Escolha uma das opções abaixo e faça já sua assinatura.