Programa Nacional de Qualidade da Madeira é atualizado pela Abimci

A Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (Abimci) atualizou recentemente o Programa Nacional de Qualidade da Madeira (PNQM) com o objetivo de melhorar o controle e a rastreabilidade da produção e da comercialização do material.

Com a nova ferramenta de gestão de qualidade, o programa passar a ter uma estrutura de padronização e controle do processo produtivo nas empresas que vai desde o recebimento da matéria-prima e insumos até a embalagem e expedição do produto final. O PNQM também passa a ter em seu plano a manutenção preventiva de equipamentos, treinamento de competências, política de atendimento a reclamações de clientes e qualificação de fornecedores.

“As indústrias que implantam o sistema de gestão do PNQM ganham produtividade e competitividade, reduzem perdas e custos, além de garantirem acesso aos principais mercados consumidores com produtos que atendem padrões e normas técnicas, nacionais e internacionais”, ressalta o superintendente da Abimci, Paulo Pupo.

De acordo com a Associação, as empresas que adotarem o PNQM terão como benefícios a melhoria da cultura interna e imagem do produto, bem como a satisfação dos clientes, maior controle do processo produtivo e facilidade na adoção de outras certificações.

Vale ressaltar que a nova atualização atende as diretrizes de certificação da BM Trada, seguindo o acordo de subcontratação para viabilizar no Brasil a certificação CE Marking para painéis de madeira. A certificação CE, da Comunidade Europeia, determina que o fabricante e seus produtos fornecidos atendam as normas da European Norm (EN), conforme a regulamentação dos produtos de construção CPR (305/2011), regida pela norma EM 13986 +A1 2015, vigente em 28 países da Europa.

Para mais informações acesse o site do PNQM clicando aqui.

Por Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb

Veja também: