Núcleo vai incentivar o uso de madeira em projetos de arquitetura e engenharia no Brasil

Lançado na última quarta-feira (9) durante a Greenbuilding Brasil Conference, em São Paulo, o Núcleo de Referência em Tecnologia da Madeira vai incentivar o uso responsável do material em projetos de arquitetura e engenharia no Brasil. O grupo responsável por criar a instituição é formado por representantes do terceiro setor, bem como de empresas privadas e parceiros do poder público.

Entre as iniciativas do grupo está a realização de cursos sobre como usar a matéria-prima de forma consciente, sustentável, inteligente e contemporânea para arquitetos, engenheiros, designers e profissionais de incorporadoras. Com o tempo, também serão desenvolvidos projetos e produtos culturais.

Inicialmente, o núcleo funcionará em uma das salas do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT), no Butantã, na zona Oeste da cidade, mas já há um projeto para a sede da iniciativa. O prédio contará com área para exposição, xiloteca (que reúne amostras de madeira) e salas para oficinas e reuniões. “Este projeto da nova sede prevê a criação de um local totalmente autossustentável, com 80% dos seus elementos em madeira e geração própria de energia, dentro dos mais modernos conceitos de sustentabilidade”, comenta o arquiteto Marcelo Aflalo, coordenador-geral do Núcleo de Referência em Tecnologia da Madeira.

De acordo com Ricardo Russo, especialista de conservação do WWF-Brasil, o uso responsável da madeira na construção contribui com a gestão das florestas públicas brasileiras; auxilia na conservação da biodiversidade; e, por conta da estocagem de carbono que ocorre nas peças de madeira, ajuda a diminuir os efeitos e prejuízos das mudanças climáticas.

Veja também: