GBC Brasil cria Selos de certificação sustentável para edifícios

O Green Building Council Brasil (GBC Brasil), atual líder de certificações sustentáveis, irá lançar dois novos selos visando a promoção da construção sustentável de imóveis residenciais e comerciais no País, durante o 8ª Greenbuilding Brasil Conferência Internacional e Expo, o principal evento de construção sustentável da América Latina, que será realizado entre os dias 8 e 10 de agosto, em São Paulo.

Desenvolvida pelo Comitê técnico do GBC, a Certificação Zero Energy Building irá reconhecer edificações que comprovem o consumo zero de energia local de sua operação anual devido à combinação de eficiência energética e geração de energia por fontes renováveis.

“Há total viabilidade econômica e estaremos premiando os melhores do mercado que atuam com excelência no planejamento, conceituação integrada de projeto, comunicação entre equipes, automação, tecnologia, estímulo a energias renováveis, conscientização dos ocupantes e excelência na operação predial. Já temos projetos diversos registrados no Brasil, casas, prédio residencial, creche pública, prédio comercial, centro de pesquisas e outros”, comentou o diretor-executivo do GBC Brasil e presidente Regional da Rede das Américas, Felipe Faria.

Estão entre os critérios para a certificação: atividades que maximizem a eficiência energética; geração de energia renovável no local ou remoto (on-site ou off-site); e a compra de Certificados de Energia Renovável (REC), que comprova a natureza da energia que a edificação utiliza.

Mesmo com o lançamento previsto para a próxima semana, GBC Brasil já registrou 12 projetos nacionais na busca da certificação, sendo eles:

CICS – Centro de Inovação em Construção Sustentável – USP

  • Sede RAC Engenharia – Curitiba – PR
  • Creche Municipal Hassis – Florianópolis – SC
  • Sede SINDUSCON PR – Curitiba – PR
  • Casa do Futuro – Atibaia – SP
  • Catuçaba – São Luiz do Paraitinga – SP;
  • Montage Botafogo – Campinas – SP
  • Escritório Advocacia De Paola & Panasolo – Curitiba – PR;
  • Casa Mão Verde – Piracicaba – SP
  • Lar Verde Lar – Governador Valadares – MG
  • Sede Sebrae MT – Cuiabá – MT
  • Geonergia – Tamboara – PR;

O Brasil, se tornou o segundo País no mundo a buscar a certificação para o setor da construção, ficando atrás somente do Canadá. Medida deverá incentivar o uso de fontes de energia renováveis e a eficiência energética em todo o País.

“Ao lançar o seu Zero Energy Standard, o país confirma que as metas são alcançáveis hoje e oferece ferramentas necessárias para que os empreendedores da construção civil atuem dentro do conceito de Net Zero Energy Building”, afirma a executiva. E completa: “É somente por meio de um exemplo representativo como esse que garantiremos que o setor de construção possa cumprir o Acordo de Paris e ajudar a evitar os piores impactos das mudanças climáticas”, afirmou o CEO do World Green Building Council, Terri Wills.

Já a segunda certificação que também será lançada durante a conferência é a certificação GBC Brasil Casa, que, com duas versões, reconhecerá residências unifamiliares e condomínios, conjuntos de casas ou edifícios sustentáveis.

Será disponibilizado pelo GBC Brasil ferramentas, metodologia e conhecimento necessário para a colaboração de todas as etapas da construção e operação de imóveis residências e condomínios com alto desempenho econômico, social e ambiental.

Para a certificação será realizada uma pontuação mínima que deverá ser atingida, considerando as categorias prioritárias e envolvendo também conceitos de saúde, bem-estar e conforto dos ocupantes, de forma transversal nas diversas categorias da certificação.

Entre as categorias de implantação, uso eficiente da água, energia e atmosfera, materiais e recursos, qualidade do ambiente interno, requisitos sociais, inovação e projeto e créditos regionais, deverão ser consideradas as seguintes disposições: 28% Mudanças Climáticas; 22% Saúde e Bem-Estar; 20% Benefícios Econômicos; 12% Recursos Hídricos; 10% Biodiversidade; 8% Comunicação e Educação.

O Bureau Veritas, líder mundial na avaliação de conformidade e certificação, em parceria com o GBC Brasil será o responsável por realizar a auditoria dos projetos que desejam alcançar a certificação. Até o momento, já foram registrados 11 projetos para a certificação em Estados como Goiás, São Paulo, Santa Catarina e Paraná.

Por Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb.