Feira focada no concreto e sua cadeia produtiva aposta em inovações para o desenvolvimento do setor

Principal evento na América Latina a reunir a cadeia produtiva do concreto em toda sua extensão, a Concrete Show South America chega à sua 11a edição com a perspectiva e fomentar novos negócios e impulsionar o reaquecimento da indústria da construção civil no Brasil. Mais de 150 expositores brasileiros e estrangeiros estarão presentes na feira, que será realizada de 23 a 25 de agosto, no Pavilhão São Paulo Expo, na Zona Sul da capital paulista.

“A Concrete Show deste ano acontece em um momento em que o setor de construção civil observa atento a recuperação do mercado, ainda que lenta, e discute melhores práticas construtivas que possam garantir a sustentabilidade da obra e o aumento da eficiência com menos recursos. Nesse cenário, o evento reafirma seu papel como uma ferramenta de fomento aos negócios ao oferecer oportunidades únicas de networking e uma ampla visão do que há de mais moderno em soluções que atendam a toda a cadeia produtiva do concreto e ao setor de construção civil”, afirma Renan Joel, diretor da feira.

As marcas expositoras abarcam mais de 40 segmentos e oferecem soluções que vão desde equipamentos para terraplenagem, canteiros de obras e projetos estruturais até tecnologias de ponta, serviços e acabamentos. Realizada anualmente, a feira se destaca por atrair a atenção de profissionais de construtoras dos segmentos residencial, comercial e de obras de infraestrutura de pequeno, médio e grande portes, além de escritórios de engenharia e arquitetura, órgãos governamentais e empreiteiras de obras públicas, consultorias, entre outros. De acordo com a organizadora, a UBM Brazil, a edição anterior recebeu mais de 22 mil visitantes, vindos de 36 países.

Um dos destaques do evento em 2017 é o lançamento do Concrete Congress, que oferece uma programação de conteúdo, com palestras e cursos realizados paralelamente à feira. Entre os temas abordados, estão as novas tecnologias aplicadas ao concreto, construção sustentável, soluções de infraestrutura para cidades e a gestão de pequenas e médias construtoras.

Assim como em edições anteriores, o Concrete Show contará com um espaço dedicado à realização de cursos e seminários das principais entidades do setor, tais como Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto (Abcic), Associação Brasileira de Argamassa Industrializada (Abai), Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (Abece) e Sindicato da Construção (Sinduscon-SP).

VEJA UMA SELEÇÃO DE PRODUTOS APRESENTADOS PELOS EXPOSITORES NESTA EDIÇÃO DO EVENTO

TIJOLOS SUSTENTÁVEIS
Apresentada pela Sahara, a prensa profissional para tijolos ecológicos solo cimento é uma alternativa sustentável para a produção de casas de alto padrão ou até mesmo a comercialização de tijolos ecológicos com um investimento relativamente baixo. A prensa produz peças medindo 12,5 cm x 25 cm, que requerem apenas solo, cimento e água como matérias-primas. Ao adquirir o equipamento, o parceiro passa a ter à sua disposição suporte técnico, além de treinamento prático e teórico para sua correta utilização.

 

PRODUÇÃO AUTOMATIZADA
Outro destaque da Sahara é a máquina de blocos de concreto Super 10G, que oferece formas recambiáveis, que podem fabricar, além de blocos, canaletas, pavers, lajotas, miniguias e outras centenas de peças diferentes. O modelo é hidropneumático: enquanto o sistema pneumático trabalha nas funções que não requerem força bruta, o hidráulico permanece em repouso, gerando menor aquecimento do óleo e dos demais componentes.

 

GESSO TURBINADO
A Gessotex, lançamento da Aditex, é uma linha de aditivos para serem utilizados no gesso nacional com o objetivo de melhorar suas propriedades e características. Gessotex C é um composto formulado especialmente para o gesso cola, que proporciona um aumento significativo na sua resistência de aderência. Gessotex H é um aditivo hidrorrepelente que promove uma redução na permeabilidade e solubilidade à água do material. O Gessotex C, por sua vez, é um composto desenvolvido para o gesso projetado, contribui para a aderência ao substrato e minimiza a ocorrência de fissuras.

 

NANOTECNOLOGIA RESISTENTE
A HM Rubber apresenta impermeabilizantes anticorrosivos e termoacústicos, desenvolvidos com nanotecnologia aplicada à borracha líquida. Os produtos da linha Impertech Gold podem ser utilizados em projetos industriais, comerciais, residenciais, além de edificações do agronegócio. Com 500% de elasticidade e 95% de memória de recuperação, a borracha líquida tem aderencia a diversos tipos de substratos, como metal, concreto, madeira e outras superfícies internas e externas, formando uma película de borracha resistente à umidade e à corrosão.

 

IMPERMEABILIZAÇÃO MAIS FÁCIL
A Wacker apresenta a Vinnapas, sua linha de polímeros dispersíveis em pó, indicada para melhorar a adesão e a flexibilidade de impermeabilizantes de cimento puro. Excelente aderência a substratos diferentes em ampla faixa de condições, tempo em aberto e tempos de correção mais longos até sob altas temperaturas ambientes, força coesiva otimizada e flexibilidade melhorada para evitar fissuras resultantes das tensões entre o substrato e a placa cerâmica são alguns dos benefícios apontados pelo fabricante.

 

VISÃO AGUÇADA
Um dos problemas mais comuns que os operadores de guindastes e gruas enfrentam é a falta de visão no momento da operação. Pensando nisso, a ACR lança o Radiomatic Photon, sistema de rádio de controle fornecido em conjunto com uma ou mais câmeras, que são instaladas em qualquer lugar da máquina e fornecem imagens em tempo real para um visor de 3,5””, localizado no transmissor do rádio controle. O operador adquire melhor visão geral de ambientes complexos e ângulos obstruídos, permitindo a detecção precoce de perigos e, consequentemente, tornando o trabalho mais preciso e seguro.

 

MISTURA PERFEITA
O misturador de argamassa Anvi prepara o material quatro vezes mais rapidamente do que uma betoneira, além de oferecer mais homogeneidade e qualidade à mistura. Com o equipamento, é possível fazer a argamassa no mesmo andar em que ela será consumida, e não mais numa central no térreo – desse modo, o transporte de areia e cimento pode ser feito com dias de antecedência, fora do horário de pico do guincho ou da cremalheira. Além disso, a máquina diminui a ociosidade dos pedreiros, uma vez que eles recebem a argamassa no momento exato em que necessitam, diretamente do misturador.

 

CONCRETO PROJETADO
Os projetores de argamassa da linha Anvijet, também da Anvi, foram desenvolvidos para realizar bombeamento e projeção de argamassa para chapisco, além de bombeamento de grout de piso autonivelante. Os modelos são capazes de transportar e projetar volumes de até 17 m³/hora. Estreitos, podem ser utilizados até em espaços pequenos, e são indicados tanto para a aplicação interna quanto externa. De acordo com o fabricante, ajudam a diminuir o desperdício, as patologias e otimizam a produção diária na obra.

 

TRANSPORTE FACILITADO
Saur coloca em destaque sua garra mecânica para blocos de concreto e tijolos, que pode ser instalada em talhas, guindastes, retroescavadeiras e empilhadeiras. Possui funcionamento mecânico, com capacidade para até 2 t e é recomendada para movimentar blocos de concreto, tijolos e outros artefatos. Como dispensa o uso de pálete, ajuda a promover economia de recursos. A abertura entre os braços vai de 400 m a 1.100 m, enquanto a altura chega a 800 mm de vão livre.

 

UMA AJUDA E TANTO
Para quem precisa ou prefere trabalhar com páletes, a oferta da Saur é indicada para o transporte de produtos sobre essas peças no local da construção ou em fábrica. O equipamento possui rodas de borracha grandes para uma fácil circulação e pode ser travado em declives. A distância entre os garfos é ajustável (o comprimento máximo do pálete a ser transportado é de 1.250 mm) e capacidade de carga é de até 1.500 kg.

 

PEQUENA E POTENTE
A miniescavadeira SV08 é o carro-chefe da Yanmar. Pesa apenas 1 tonelada, tem potência de 10 cavalos, largura que varia de 680 mm a 840 mm, esteira de borracha e motor diesel de 2 cilindros modelo 2TE67L-BV3, do mesmo fabricante. A junção de todas essas características permite que a máquina tenha acesso a locais confinados, já que consegue passar pelo batente de uma porta convencional. Isso sem danificar pisos e paredes, devido a seu baixo peso e suas esteiras de borracha.

 

NÃO COMPRE, ALUGUE
Confeccionado com resina reciclável, o sistema de fôrmas plásticas para paredes de concreto da Metro Modular auxilia na industrialização do canteiro de obra, reduzindo em cerca de 80% o acúmulo de resíduos e gerando uma redução de cerca de 20% no custo final da obra. Está disponível para compra, mas, segundo a empresa, o mercado tem mostrado um crescente interesse pela locação do produto. O aluguel é oferecido por um período mínimo de dois meses, e torna viável sua utilização em obras de pequeno porte, situações em que não costuma se justificar a compra de um conjunto de fôrmas.

 

SOLDAGEM NA MEDIDA
Atuando no mercado há mais de 43 anos, em soluções voltadas para máquinas de soldar por resistência a ponto, projeção, costura, topo a topo, telas e artefatos de arame, a Schlatter do Brasil apresenta na feira as máquinas para soldar arames pelo processo de resistência elétrica topo a topo modelos M e AC-16. Enquanto a primeira realiza solda em arames de diâmetro de 4 mm até 13 mm, a segunda tem maior abrangência, podendo realizar o trabalho em peças com diâmetro entre 5 mm e 25 mm.

 

PROTEÇÃO COMPLETA
Netherland Engenharia aproveita a feira para mostrar suas obras e as características técnicas de seus sistemas de impermeabilização e proteção de estruturas de concreto – desde torres de resfriamento, estações de tratamento de efluentes, estacionamentos, lajes de subpressão e cortinas de contenção até bacias de químicos, entre outras estruturas. A empresa fornece materiais e mão de obra especializada, tudo com garantia de 15 anos.

 

SOFTWARE INCREMENTADO
O Tekla Structures, da Trimble, é um software baseado em modelos para o setor de construção. No evento, o lançamento em destaque é o módulo para concreto do Tekla que oferece ao usuário mais flexibilidade ao criar e modificar armaduras para diferentes tipos de geometrias de concreto. Para fabricação de concreto pré-moldado, esta nova versão melhora o intercâmbio de informações entre detalhamento e produção, com links de transferência de dados ao gerenciamento de produção.

 

ANCORAGEM REFORÇADA
MC-Bauchemie lança um novo sistema para a ancoragem química em estruturas de concreto, o MC-AnchorSolid, indicado para a fixação de suportes, grades, prateleiras, toldos, coberturas e até andaimes. Trata-se de um sistema de injeção composto de resina epóxi de alta reatividade e uma unidade de injeção pneumática, além de vergalhões (diâmetros entre 8 mm e 20 mm) ou barras roscadas (da rosca M8 a M20). Em pouco tempo, o adesivo endurece e proporciona uma sólida colagem entre o componente metálico e o concreto.

 

PRONTO PARA USAR
Mais um destaque da MC-Bauchemie, o MC-DF 9 é um impermeabilizante de alta tecnologia indicado para áreas frias, varandas e juntas de dilatação em fachadas a serem revestidas com cerâmicas ou pastilhas. Vem pronto para o uso, bastando apenas abrir o balde e aplicar com rolo ou pincel, duas demãos, num intervalo de duas horas. Para facilitar o controle da aplicação, o produto tem uma tecnologia de mudança de cor. Fresco ele é da cor anil e passa a ficar cinza após a secagem. A cura total leva cerca de oito horas.

 

QUALIDADE AUMENTADA
A nova linha de aditivos MasterEase utiliza uma inovadora tecnologia de polímeros exclusivos da Basf, que permite trabalhar com concretos com baixíssimo consumo de cimento, sem alterar sua reologia, e com concretos com baixo fator água-cimento, sem apresentar coesão excessiva. Os aditivos ainda reduzem a viscosidade plástica do concreto de alto desempenho em até 30%, facilitando significativamente seu bombeamento, aplicação e acabamento.

 

PLACAS ESBELTAS
As placas cimentícias fabricadas pela Infibravêm ao encontro das novas tendências da construção civil impulsionadas pelo steel frame. Fabricadas com a Nova Tecnologia em Fibrocimento (NTF), que utiliza basicamente matérias-primas comuns como cimento e celulose – dispensando as fibras minerais e sintéticas -, são oferecidas em uma ampla variedade de espessuras: de 5 mm a 30 mm. Ainda são de fácil instalação e manuseio graças a sua leveza e baixa densidade (1,2 kg/m³).

 

AMPLA VARIEDADE DE LAJES
Lajes Mix expõe suas soluções em lajes, incluindo steel deck, lajes treliçadas, com isopor, com enchimento em EPs, lajes painel entre outras. A laje nervurada, um dos destaques, tem a vantagem de utilizar menos aço e concreto, oferece durabilidade e segurança por não sofrer corrosão precoce, e torna possível a conquista de grandes vãos, diminuindo a necessidade de pilares e, consequentemente, minimizando o uso e o desperdício de concreto.

 

FORÇA E PRODUTIVIDADE
DeWalt fará o lançamento de três martelos de 5 kg: um rompedor com encaixe SDS Max (D25810k), outro rompedor com encaixe sextavado (D25811K) e um martelo combinado (D25481K). O diferencial desses equipamentos está no custo-benefício, já que entregam mais produtividade – maior poder de remoção – pelo mesmo preço dos atualmente disponíveis no mercado. São indicados para perfurações de concreto, alvenaria e rochas. Perfurações em perfis metálicos, madeiras e plásticos podem ser feitas com o uso de mandril extra, fornecido com o produto.

Veja também: